Como distribuir aumentos no tricô

Olá tricoteiras (os)!

Tricotando bastante?!  aqui chove muito  nos últimos dias e o clima ajuda, claro!

Dias atrás alguém perguntou assim:

-É tricô ou matemática?

Bem meninas (os), lhes digo que para fazermos tricô temos que entender um pouquinho de matemática sim. Principalmente saber lidar com centímetros, medidas e cálculos de somar e diminuir.

Se você quer se aprofundar bem no tricô e fazer com que sua peça saia perfeita os dois andam junto sim 🙂

Por exemplo:

Se em uma receita pede que você distribua aumentos, você tem duas opções:

Distribuir os aumentos de qualquer jeito, ou distribuir aumentos equilibrados em sua peça para que ela não deforme ou tenha mais caimento em algum lado. Para distribuirmos os pontos de maneira que fiquem equilibrados temos que usar matemática.

Ex:

Se tenho 58 pontos e tenho que aumentar 30 pontos como faria?

Sairia  distribuindo aumentos de qualquer jeito ou usando matemática?

Acho melhor e mais razoável, distribuir os aumentos usando matemática sim, porque não? Se for uma blusa ela pode ficar puxando mais para um lado, ou vice e versa. Não vamos nos poupar nessa parte ok?! Vamos usar a cabeça, raciocinar.

Você pode escolher o cálculo que mais vai lhe parecer prático.

Vou continuar com o exemplo:

Tenho 58 pontos e tenho que colocar 30 pontos juntos com estes 58 pontos. Somando eles temos um total de 88 pontos.

Para saber como distribuir nós podemos dividir  58 pontos por 30 pontos, para saber como estes trinta pontos sriam distribuídos de forma equilibrada nos 58 pontos. Neste cálculo temos um total de 1,9 pontos.

Como não temos meio pontos no tricô, somente 1 ou 2, vamos colocar um aumento a cada 2 pontos. Se faltar um ponto  colocamos ele no centro.

Outra maneira de se fazer é diminuindo 58 pontos por 30 que sobram 28 pontos. Estes 28 pontos podemos usar a metade para o início e metade para o final da carreira. No restante aumentamos 1 ponto em cada ponto.

Ficando assim: 14 pontos sem aumentos, aumente 1 ponto em cada pontos e os últimos 14 sem aumentos. Claro que Nesses métodos  você verá qual a  melhor forma  ficará distribuídoos pontos  em seu trabalho.

Outro exemplo:

Tenho 58 pontos e tenho que colocar 10 pontos de aumento.

Vamos então dividir 58 pontos por 10 para ver como eles caberiam distribuidos em 58 pontos:

58:10= 5.8

Tiramos o 8 e ficamos com 5 pontos. Então a cada 5 pontos colocamos um aumento. Os 8 pontos do 58 dividimos por 2 e colocamos 4 pontos sem aumentos no início e no final da carreira, ficando assim:

4 pontos sem aumentos, faça 1 aumentos a cada 5 pontos. Nos últimos 4 pontos faça sem aumentos.

você também pode calcular da sua maneira para que fique proporcional.

Isso é um dos exemplos que envolvem números.

Saindo disso ainda temos os centímetros que uma peça precisa para ficar no tamanho que você deseja. Temos que saber medir e calcular também.

-Saindo disso precisamos saber sobre os múltiplos para executar  os pontos fantasia no tricô.

-Explico sobre os múltiplos nesta postagem aqui. É bem fácil : http://tricotandocroche.com/2017/02/como-saber-se-um-numero-e-multiplo-de-outro.html

-E  saindo disso ainda temos  a amostra que envolve matemática e que a maioria das receitas pede.

-Falo disso também nesta postagem aqui: http://tricotandocroche.com/2017/03/quantos-pontos-preciso-colocar-na-agulha.html

 

Mas pra quem está começando eu não quero de maneira nenhuma assustar.

É  só fazendo e pondo em prática que se aprende.

Não precisa ser mestre em matemática para fazer uma peça, claro!

Em cada peça aprendemos um pouquinho de cada coisa.

A cada peça pronta nossa amizade com a matemática fica cada vez melhor!

A boa notícia  é que teremos uma peça prontinha para usar, dar de presente, …. vale a pena o esforço.

 

 

Print Friendly

1 Comments

  1. Anónimo

    Responder

    Amei as explicações
    Ja percebi que qdo lemos a receita nos assustamos, mas qdo vamos fazer é mto mais simples. Não podemos achar que nao vamos conseguir.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.